BannerNoticia

Empregados da Caixa lançam em Brasília comitê em defesa de Lula e da democracia

Empregados da Caixa Econômica Federal lançaram na noite desta quarta-feira (13), em Brasília, o Comitê Caixa em Defesa da Democracia e pela Liberdade de Lula.

O coletivo tem também o objetivo de fortalecer a mobilização dos bancários contra a privatização da Caixa e em defesa das demais instituições públicas.

O lançamento do comitê contou com as presenças da ex-presidenta da Caixa Maria Fernanda Coelho, da representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa, Maria Rita Serrano, do presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, do deputado distrital Chico Vigilante, do ex-presidente da CUT Brasília Rodrigo Brito e da assessora da liderança do PT no Senado Eva Maria Dalchiavon.

O comitê terá atividades regulares por Lula Livre e contra a privatização da Caixa. No dia 28 de junho será realizada uma roda de conversa em frente ao prédio da Matriz. Serão encaminhadas ações contra a privatização da Lotex.

Serão encaminhadas denúncias contra todas as medidas que estejam em discussão no Conselho de Administração e apontem para o desmonte e a privatização da Caixa.

Maria Rita Serrando alertou para o desmonte da Loteria, para o processo de privatização e para a redução já em curso do montante arrecadado para áreas sociais. Lembrou ainda que algumas empresas públicas já realizam demissões – caso dos Correios, Casa da Moeda e Eletrobras – e que o caminho dos bancos públicos é o mesmo.

Vários dos presentes ao lançamento do comitê destacaram a diferença entre o caminho que a Caixa está tomando e a perspectiva que a empresa tinha nos governos Lula e Dilma como fomentadora das áreas sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo