Sem categoria

Gasolina na fogueira da crise

*Por Chico Vigilante

Os sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis promovidos pelo governo do golpista Michel Temer são uma temeridade, com o perdão do trocadilho, em muitos sentidos.

O rígido controle do preço da gasolina, nos governos do PT, não era apenas uma medida de contingência econômica, mas fruto da consciência social das terríveis consequências que reajustes de combustíveis provocam na vida das pessoas – e nas engrenagens do setor produtivo de todo o País.

Quando o preço da gasolina sobe, sobem os preços dos fretes, dos transportes públicos, dos produtos transportados, da comida que o trabalhador e a trabalhadora têm que colocar na mesa da família. Mesmo em um governo destrutivo como esse, dos golpistas do PMDB e do PSDB, é inconcebível que uma política dessas esteja em curso.

Somente um governo de usurpadores, totalmente insensível às questões sociais, pode pensar no aumento de combustíveis como solução fiscal. Mesmo um governo burro como esse, dedicado a atacar todos os direitos dos cidadãos, empenhado em vender o patrimônio do povo brasileiro, deveria entender o tamanho do buraco que está abrindo na economia ao adotar essa rotina de reajustes na gasolina.

O Brasil está tomando consciência do desastre que se seguiu ao golpe contra a presidenta Dilma Rousseff. Já passou da hora de a nação se levantar contra essa quadrilha.

*Chico Vigilante é deputado distrital (PT-DF) e vice-presidente do partido

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo