BannerNoticia

Nota do PT/DF sobre a admissibilidade do processo de impeachment pelo Senado

O PT/DF externa sua indignação com o afastamento temporário da Presidenta Dilma Rousseff do cargo. Eleita legitimamente com mais de 54 milhões de votos, foi afastada da Presidência da República em função de processo de impeachment fraudulento, sem que recaiam sobre ela quaisquer indícios de crime de responsabilidade ou delitos cometidos no exercício do cargo.

Ao compactuar com o golpe de Estado, o Senado Federal mostra-se alinhado com os golpistas. Incapazes de vencerem pelo voto, os derrotados de 2014 se uniram ao que de pior existe na Política Brasileira e, com o incondicional apoio da imprensa comercial e de instituições da República, enterram hoje a nossa jovem Democracia. O PT/DF não reconhece um governo sem votos.

O anúncio da nova equipe de governo do conspirador Michel Temer indica os tempos sombrios que nos esperam: um ministério composto apenas por homens, brancos e com longo histórico de corrupção. E serão estes os responsáveis pelo desmonte da CLT e das demais garantias trabalhistas, sem falar nos retrocessos em relação aos direitos sociais.

A mídia golpista já deu início ao seu trabalho de ‘assessoria de imprensa’ do novo governo. E a tendência é que agora sumam do noticiário as graves e inúmeras denúncias que permeiam a vida dos homens de confiança de Michel Temer. Além dele, outros integrantes de seu governo também foram citados na Operação Lava Jato, evidenciando que o objetivo por trás do golpe travestido de impeachment é estancar as investigações que fatalmente chegariam ao ninho dos golpistas conspiradores.

Mas eles se enganam se pensam que terão vida fácil: os movimentos sociais não sairão das ruas e não aceitarão nenhuma redução de direitos. Continuaremos mobilizados em defesa da democracia e das conquistas dos últimos anos. Acabou aquele Brasil em que existiam cidadãos de primeira e segunda classe. Somos todos brasileiros e brasileiras e defenderemos o nosso País. Golpistas e fascistas não passarão!

Roberto Policarpo
Presidente do PT/DF

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo