BannerDistrito Federal

Covid-19 mata 58º vigilante no DF, afirma sindicato

Pandemia já infectou 2.700 profissionais de vigilância no Distrito Federal. Nesta quarta-feira (16), GDF prometeu vacinar categoria

A pandemia do coronavírus matou mais um vigilante no Distrito Federal. A doença tirou a vida de Vilmar Behnke, 55 anos, faleceu nesta quarta-feira (16/6).

Segundo o Sindicato dos Vigilantes do DF (Sindesv-DF), a Covid-19 matou 58 profissionais de vigilância até o momento. Ainda segundo a entidade, a doença infectou 2.700 trabalhadores da categoria.

Nascido em Santa Catarina, Behnke vivia na Colônia Agrícola Samambaia. Trabalhava na empresa Confederal. Defensor da categoria, o deputado distrital Chico Vigilante (PT) alertou para risco de novas mortes.

“Ele trabalhava como segurança da diretoria da Caixa Econômica Federal”, contou o parlamentar. Vigilante defende a vacinação urgente de toda vigilância no DF, especialmente com a ameaça da 3ª onda da pandemia.

Veja a nota de pesar do Sindicato:

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo