Noticia

Nota – Justiça para Mariana Ferrer

Nos solidarizamos com a influencer Mariana Ferrer e reafirmamos as vozes de milhões de sobreviventes de violência sexual de que “estupro culposo” não existe, estupro é crime hediondo.
Vimos estarrecidas mais uma ação contra a dignidade de todas as mulheres através do machismo estrutural no judiciário brasileiro que tornou o caso da jovem Mariana Ferrer em um processo de tortura e humilhação contra a vítima que teve coragem e força para denunciar seu agressor.
O processo foi marcado pela troca de delegados e promotores, sumiço de imagens e mudança de versão do acusado e do parecer da promotoria, o que demonstra o verdadeiro descaso com a proteção da jovem diante de seu agressor.
Também repudiamos a tentativa de silenciamento de Mariana, como a suspensão de sua conta do Instagram e o tratamento desumano dado a ela durante o julgamento. Tais atos reforçam o silenciamento de milhares e até milhões de mulheres que sofrem violência sexual.
Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, só em 2019, foram registrados mais de 66 mil casos, o que significa cerca de um estupro a cada 8 minutos, contudo estima-se que o número real seja muito superior, pois muitas das vezes a violência não é denunciada, pelo medo da vítima em relação ao agressor e até de passarem pelo mesmo que Mariana está passando agora, e cada vez que vemos sentenças judiciais favoráveis a estupradores, mesmo diante de provas de vídeo, testemunhais e de corpo de delito, nos causa a sensação geral de impunidade dos casos de violência contra meninas e mulheres.
O julgamento de Mariana Ferrer se assemelha a tribunais de países fundamentalistas, e nos trás a reflexão do quanto precisamos avançar na luta contra o conservadorismo no Brasil para superar o machismo e misoginia que estruturam as relações sociais e reforçam a violência contra nossa dignidade e nossos corpos.
Esta é uma decisão que prejudica todas as mulheres, pois abre precedente para impunidade em casos em que nossos corpos são a prova dessa violência. Reivindicamos justiça para Mariana Ferrer e todas as meninas e mulheres vítimas de violência e a apuração e responsabilização imediata dos envolvidos, tanto por ação quanto por omissão, bem como a revisão da Sentença do Ministério Público de Santa Catarina.

JustiçaPorMariFerrer #SilenciadasNuncaMais

Assinam essa nota:
Secretaria Nacional de Mulheres do PT
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – AC
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – AL
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – AM
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – AP
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – BA
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – CE
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – DF
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – ES
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – GO
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – MA
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – MG
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – MT
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – MS
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – PA
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – PB
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – PE
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – PI
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – PR
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – RJ
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – RN
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – RS
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – RO
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – RR
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – SC
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – SE
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – SP
Secretaria Estadual de Mulheres do PT – TO

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo